terça-feira, 15 de agosto de 2017

Alginato de Sódio em Medicação Anti-Refluxo!

Olá pessoal,

Descobri  recentemente ,  uma tradicional  aplicação da  indústria farmacêutica sobre o uso de Alginato de Sódio em medicações anti-refluxo.

É conhecida por  todos nós a famosa  sensação de queimação no estômago e sobretudo o refluxo,   acidez que,  de alguma forma,  retorna a região da boca pelo tubo digestivo, causando desconforto, inflamação e dor.

Uma solução feita através de Alginato de Sódio, Carbonato de Cálcio e Bicarbonato de Sódio é oferecida por um grande laboratório, para suavizar ou mesmo  solucionar este problema de saúde.

Alginato de Sódio e Carbonato de Cálcio + água formam  um gel (caixa de ovo/eggbox  já mencionada neste blog), que migrará para a superfície da parede estomacal, inibindo o retorno  de ácido.

Já o Bicarbonato de Sódio atua  como um neutralizador de acidez, devido ao seu pH básico  em torno de 8,6,   onde age como anti-ácido  na região afetada,   aliviando os sintomas de azia e má digestão.





Figura 1: Camada azul  é a reação/gelificação entre Alginato de Sódio e Carbonato de Cálcio, agindo  em forma de barreira protetora. Já a camada branca é representada pelo Bicarbonato de Sódio, que gruda na parede superior e inferior da camada que foi formada.




Vídeo 1: Animação sobre a reação benéfica da solução Alginato de Sódio, Carbonato de Cálcio e Bicarbonato de Sódio.

Um abraço,
Daniel

quinta-feira, 10 de agosto de 2017

TIC Gums lança Goma Guar sem sabor residual/ nota vegetal!

Olá leitores,

Faz alguns anos , eu participei de uma acalorada discussão  técnica sobre refresco em pó e uma colega da empresa na época, levantou a bola:
  
Por que as empresas, para reduzir custos,  não usam Goma Guar em refresco em pó no lugar de CMC e Goma Xantana?

E eu cortei a bola rapidinho:

Não utilizam porque deixa sabor residual,  originado pela  conhecida  nota vegetal da Guar.

Como as convicções  são quase sempre frágeis , pouco tempo depois a Kraft lançou o Tang Pró  com Goma Guar.




A grande novidade daquele novo Tang Pró  era a formação de espuma, através da introdução do Extrato Natural de Quilaia.

Goma Guar tem em sua estrutura molecular uma fração proteica , algo em torno de 5%,  e as proteínas invariavelmente contribuem para a formação de espumas, haja vista  a importância desta macromolécula na produção de  cervejas.

Esta característica sinérgica, Quilaia + Guar = espuma, deve ter sido decisiva  para a escolha da Guar. 
Talvez  tenha  sido levado em conta a redução de custos, até  porque  uma correta e dirigida   aromatização eliminaria muito o indesejado sabor  residual, entretanto ,   isso é apenas uma suposição minha.

O que ninguém poderia imaginar  é  que pouco tempo depois,  a Guar  sofreria um brutal e sem precedentes aumento de preços, contudo,  esta é uma outra estória e que já foi contada aqui:





Após  fazer esse preâmbulo, comento que esta semana recebi um boletim técnico da empresa TIC Gums, falando sobre o lançamento de uma Goma Guar livre de notas vegetais:


TIC Gums é uma empresa altamente inovadora e analisou  a  Goma Guar padrão sob cromatografia gasosa.


Dai ela detectou que alguns componentes orgânicos voláteis, entre eles Ácido Hexanóico e Hexanal, eram os responsáveis por conferir o indesejável sabor residual percebido por degustadores em formulações mais sensíveis, como por exemplo o refresco em pó 😊.

Resultado: Houve redução de 90% destes compostos voláteis e, como consequência disso , os provadores não puderam mais sentir  as notas vegetais em produtos formulados com esta inovação.

E como eles removeram química e fisicamente estes compostos? Ah, isso eles não contaram.

TIC Gums strikes again!


Um abraço,
Daniel

quarta-feira, 9 de agosto de 2017

Artigo sobre Goma Agar !

Olá leitores,

Hoje posto bom artigo publicado pela revista FIB (Food Ingredients Brasil), número: 41. 


Ele percorre o caminho das diversas aplicações em alimentos, passa pelas dietas de redução de peso (efeito saciedade que um gel de Agar oferece) e a conhecida utilização como meio de cultura para bactérias em laboratórios, quando se busca contagem microbiológica.



Tem uma miscelânea de diversas outras possíveis aplicações e uma interessante lenda,  sobre a descoberta do Agar no Japão no século 17.

Boa leitura!!

segunda-feira, 24 de abril de 2017

Artigo sobre Goma Arábica/Acácia aplicada em Vinhos e Espumantes!

Olá leitores,

Hoje consegui contato e autorização do Enólogo João Carlos Cainelli, para postar um belo artigo de 2007 sobre Goma Arábica.
Ele descreve sua aplicação  como estabilizante de aroma nos vinhos e maior preservação  das bolhas (perlage) em espumantes. 


Nota do Blogueiro:


Há alguns anos , trabalhei com um colega que tinha experiência em vender Goma Arábica diluída com a finalidade do título da postagem, de uma multinacional Italiana  e desde então,  fiquei com curiosidade técnica sobre esta tecnologia em vinhos.
Ao passar por este artigo , eu pude aprender que a Goma Arábica ajuda a estabilizar os colóides miscelares/micromoléculas existentes na bebida  (matéria corante/antocianina, tartarato, fosfato férrico,  etc.) , onde são mantidos em uma dispersão equilibrada pela ação das cargas elétricas,  que garantem uma repulsão das partículas. Tanto estas micromoléculas quanto a Goma Arábica tem cargas, o que justifica a interação eletrostática.
Já os colóides provenientes das macromoléculas (principalmente as proteínas) , precisam também ser estabilizados pela  adição de Goma Arábica diluída  ou através do conhecido processo filtragem / clarificação, para evitar aglomeração de partículas finas, onde   ficariam suspensas promovendo floculação e   uma turbidez  indesejada.
A Goma Arábica leva vantagem em relação ao processo de filtragem/branqueamento, porque este segundo caminho pode trazer danos organolépticos ao vinho.
O artigo ainda explica sobre a importância do apelo natural que a Arábica possui, alguns outros benefícios no paladar da bebida, uma melhor consistência da efervescência dos espumantes (estabilizando as bolhas formadas pelo anidrido  carbônico), entre outras relevantes contribuições técnicas.


Boa leitura!!

Daniel



quarta-feira, 5 de abril de 2017

Dupont Danisco adquire parte Hidrocolóides FMC e outras aquisições!


Caros leitores,

Informo que a Dupont Danisco comprou o negócio de Hidrocolóides da FMC.


Na verdade houve uma troca de ativos (swap of assets) , onde a FMC ficou com negócios na área de defensivos agrícolas da Dupont Danisco ,  cedeu sua área de hidrocolóides  e ainda pagou um valor de U$ 1.20 Bilhões.

O que facilitou a negociação,  foi o fato de que a Dupont Danisco precisava se desfazer deste ativo no segmento agrícola,  para encaminhar sua provável fusão com a Dow. 

Este blog já havia informado sobre esta possibilidade há  pouco mais de 2 anos, quando  era apenas um boato: 

Com um pouco de atraso,  informo também a aquisição da americana TIC Gums pela Ingredion ,   em janeiro deste ano  por U$ 400 Milhões:

Press Release TIC Gums

Sei que é lugar comum , mas preciso dizer que o mundo está ficando pequeno.

Um abraço,
Daniel


quinta-feira, 22 de dezembro de 2016

Bebida de Ervilha à base de Goma Gelana!

Olá  Pessoal, 

Olhem que interessante esta bebida de ervilha no artigo do Eat Innovation:


Eat Innovation é uma plataforma multimídia português/inglês state-of-art,  sobre inovações para alimentos.

http://eatinnovation.com/

A Natasha Pádua é  a criadora e me autorizou a reprodução do artigo.

Eu fiquei curioso e fui pesquisar a formulação,  porque  meu olhômetro me dizia que esta bebida era estabilizada com Goma Gelana. 

Bingo!

Abraço,

sexta-feira, 18 de novembro de 2016

Blog dos Hidrocolóides completa 5 anos!

Olá Hidrocolegas,

O Blog do Hidrocolóides completa 5 anos.

Abaixo reproduzo a primeira postagem:

http://www.hidrocoloides.com.br/2011/11/primeiro-texto_2445.html

Seguem alguns números que dão uma ideia desta jornada:

  • 55 postagens.
  • 14 posts  autorais = 25%.
  • 30.000 visitas. 
  • 16 visitas/dia.
  • 2 vezes sai do mundo de alimentos industrializados, uma escrevendo sobre aplicação de Goma Guar  em extração de petróleo e outra sobre Goma Guar Quaternizada em produtos cosméticos.
  • 3.875 visitas teve  o post + lido = Panorama Despretensioso sobre Amidos, este autoral.
  • 205 visitas teve  o post - lido = Minha Monografia sobre Goma Konjac  em Produtos Lácteos. 
  • 13 vezes pedi autorização para postar artigos e obtive permissão.
  • 1 vez não consegui permissão e  não publiquei. 
  • 2 vezes recebi  pedidos para postar algo.
  • Perdi as contas de quantas perguntas já respondi sobre o tema.
  • 3 filhos eu tive  neste tempo.
  • 1 vez (hoje),  plagiei o termo Hidrocolegas  de meu colega Dennis Seisun da IMR "hydrocolleagues".  *Só os fortes entenderão.
  • 1 artigo  estou preparando para postar sobre Goma Acácia aplicada como estabilizante em vinhos.


Muito  agradeço a todos vocês que dão vida a esta minha paixão.

Obrigado!!!!!

E termino postando uma foto das antigas:


                                 
Bebida produzida pela empresa americana Orbitz  à  base de Goma Gelana , no final da década de 90.
Fez muito sucesso no mundo  dos Hidrocolóides, mas saiu de mercado porque não alcançou êxito comercial.
Penso que estava a frente de seu tempo!